Ser mãe

Ser mãe

Essa foi a missão mais linda que Deus me deu, você nunca saberá o poder e a coragem de uma mulher até ser chamada de mãe. O amor é tão intenso que nada se desfaz e não se perde. Amor que é amor, apesar das lutas, se mantém firme. Ninguém sabe quando será  o último abraço…Por isso, por precaução ou por amor, abrace sempre como se fosse a última vez.

Nenhum sucesso profissional ou financeiro compensa o fracasso de um filho. Lute por eles, ore por eles e nunca desista deles. Seu filho só é seu por um momento passageiro, ele nos dá força para  seguir enfrente todos os  dias…por eles venceremos obstáculos, medos, dores e até cansaço…enfim eles são nossas inspirações para nunca desistir!

A morte de um filho não rompe esse vínculo, mesmo tendo tido uma filha única, ela permanece viva no meu seio  pulsando no peito e rescendendo a mesma paixão que eu nutria antes. Para muitos, falar sobre a morte, ou até mesmo pensar sobre, pode causar mal estar. Quem perde um filho a dor se torna silenciosa, solitária que chega corroer o cérebro do quanto a mente requisita a presença dele em vida. O que mantém uma mãe de pé é somente a graça de Deus e a fé. Não há um forma universal  para encarar o fim da vida, você é a chave principal para sua sobrevivência, mesmo porque, ainda é um tabu falar de morte e ainda mais quando se trata do filho…Não estranhe, as pessoas ficam mudas. Eu sobrevivi, e você, ore para não contar essa história.

28 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.